H2TEC

ETAR de Campo Valongo, EFACEC – Fabrico de Sem Fins Transportadores

ETAR de Campo Valongo, EFACEC – Fabrico de Sem Fins Transportadores

A H2TEC – Soluções Ambientais procedeu ao fabrico de dois sem fins transportadores e um sem-fim transportador compactador para a ETAR de Campo Valongo.

O objetivo dos sem-fins transportadores é o transporte de gradados provenientes das águas residuais e o transporte de lamas desidratadas. O sem-fim transportador compactador procede ao transporte e compactação dos gradados provenientes das águas residuais.

Os sem fins transportadores serão DN200 e DN400 em Aço Carbono ST52, enquanto que o sem-fim transportador compactador DN200 no mesmo material.

ETA de Corgas, Águas do Vale do Tejo – Participação Fabrico e Montagens Eletromecânicas e Tubagens

ETA de Corgas, Águas do Vale do Tejo – Participação Fabrico e Montagens Eletromecânicas e Tubagens

A Águas do Vale do Tejo (AdVT) irá proceder à realização da empreitada de Reforço do Abastecimento aos Municípios de Proença-a-Nova e Mação (freguesia de Cardigos) a partir da ETA de Corgas.

A H2TEC – Soluções Ambientais, S.A. será parte integrante da obra em questão, no que diz respeito às montagens eletromecânicas e o fabrico e instalação de tubagens.

ETAR do Balteiro e ETAR de Friúme – Participação Fabrico e Montagens Eletromecânicas e Tubagens

ETAR do Balteiro e ETAR de Friúme – Participação Fabrico e Montagens Eletromecânicas e Tubagens

O grupo Iberdrola Generation encontra-se a efetuar a construção do Sistema Eletroprodutor do Tâmega, sendo que para tal será necessário proceder a trabalhos de melhoramento e reposição de infraestruturas hidráulicas, nomeadamente na ETAR de Balteiro, de Friúme, de Santo Aleixo e de Vidago, na Central Mini-Hídrica de Bragadas, no passadiço para a estação de bombagem no rio Tâmega, em Vidago, e no sistema de captação de água no rio Torno.

A H2TEC – Soluções Ambientais, S.A. é parte integrante da obra em questão, encontrando-se a trabalhar com a dte – instalações especiais, no que diz respeito às montagens eletromecânicas e hidromecânicas e o fabrico e instalação de tubagens. As infraestruturas cuja intervenção a H2TEC se encontra a participar são: a captação de Gouvães, a estação elevatória de Vidago, as estações elevatórias de Balteiro, a estação elevatória de Friúme, a ETAR de Friúme e a ETAR de Balteiro.

Vírus SARS-CoV-2 em águas residuais – Sistema de alerta precoce

Vírus SARS-CoV-2 em águas residuais – Sistema de alerta precoce

O projeto de investigação COVIDETECT tem como objetivo a criação de um sistema de alerta precoce da presença do vírus SARS-CoV-2 através da análise de águas residuais, de forma a melhorar a resposta a eventuais novos surtos.

O consórcio de investigação será composto pela AdP – Águas de Portugal, a Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e o Laboratório de Análises do Instituto Superior Técnico da Universidade de Lisboa. Além destes, serão incluídas as entidades gestoras de saneamento (Águas do Tejo Atlântico, a Águas do Norte e a SIMDOURO), a Direção-Geral da Saúde, a EPAL, a Águas do Douro e Paiva, a APA – Agência Portuguesa para o Ambiente e a ERSAR – Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos.

O objetivo deste projeto de investigação é a criação de uma ferramenta deteção, quantificação, caraterização e modelação do vírus através da análise em Estações de Tratamento de Águas Residuais, que permita correlacionar a contaminação das águas residuais com material genético do vírus e o número de infetados conhecidos. Neste sentido, as ETAR serão utilizadas como locais de vigia da circulação do vírus na população e contribuir para melhorar a capacidade de preparação e de resposta face a potenciais novos surtos

The Navigator Company, Complexo Industrial da Figueira da Foz – Fabrico de Sem Fins Transportadores

The Navigator Company, Complexo Industrial da Figueira da Foz – Fabrico de Sem Fins Transportadores

A H2TEC – Soluções Ambientais encontra-se em fase de fabrico de dois sem fins transportadores para o Complexo Industrial da Figueira da Foz da The Navigator Company, cujo objetivo é o transporte de cinzas volantes provenientes da descarga de tremonhas. Os sem fins transportadores serão DN400 em Aço S275JR.

Estação Elevatória de Côja, Águas do Centro Litoral – Fabrico e Instalação de Unidade Combinada

Estação Elevatória de Côja, Águas do Centro Litoral – Fabrico e Instalação de Unidade Combinada

A Águas do Centro Litoral (AdCL) encontra-se a reconfigurar o tratamento preliminar da Estação Elevatória de Cojâ. No decorrer desta empreitada será fabricada e instalada uma Unidade Combinada de desarenamento e tamisagem.

O equipamento em questão irá tratar um caudal de 15 l/s, sendo composto por tamisador compactador rotativo, separador de areias longitudinal compreendendo tanque em aço inox AISI 304, transportador horizontal e classificador de areias com transportador diagonal, incluindo compressor de ar e tubagem para arejamento.

ETAR da Arreigada, Município de Paços de Ferreira – Participação Fabrico e Montagens Eletromecânicas e Tubagens

ETAR da Arreigada, Município de Paços de Ferreira – Participação Fabrico e Montagens Eletromecânicas e Tubagens

O Município de Paços de Ferreira procedeu à ampliação e remodelação da ETAR da Arreigada, de forma a que esta esteja equipada com um sistema de tratamento com recurso a membranas (MBR).

Assim, procedeu-se à instalação de um sistema de tratamento do tipo “Membrane Bioreator (MBR)”, equipado com membranas de ultrafiltração, que irá melhorar substancialmente o tratamento do efluente. Com a instalação deste sistema a ETAR da Arreigada passou a apresentar uma capacidade de 10 000 m3/dia

A H2TEC – Soluções Ambientais, S.A. foi parte integrante da obra em questão, no que diz respeito às montagens eletromecânicas e o fabrico e instalação de tubagens.

ETA da Magra, Águas Públicas do Alentejo – Participação Fabrico e Montagens Eletromecânicas e Tubagens

ETA da Magra, Águas Públicas do Alentejo – Participação Fabrico e Montagens Eletromecânicas e Tubagens

A Águas Públicas do Alentejo (AgdA) procedeu à construção de uma Estação de Tratamento de Água (ETA), em Beja.

A ETA é composta por uma linha de tratamento para a fase líquida que compreenderá os seguintes processos: correção de pH, pré-oxidação, coagulação, sedimentação, em decantadores, filtração, afinação e desinfeção. A linha de tratamento para a fase sólida inclui: tanque de equalização de lamas, espessamento gravítico e desidratação de lamas, por centrifugação. Deste modo, a ETA terá capacidade para servir cerca de 30 mil habitantes.

A H2TEC- Soluções Ambientais, S.A. foi parte integrante da obra em questão, no que diz respeito às montagens eletromecânicas e o fabrico e instalação de tubagens.

A AgdA é a entidade responsável pela exploração e gestão do Sistema Público de Parceria Integrado de Águas do Alentejo, que abrange 21 municípios pertencentes ao Baixo Alentejo, Alentejo Central e Alentejo Litoral.

ETAR de São Teotónio, Águas Públicas do Alentejo – Participação Montagens Eletromecânicas

ETAR de São Teotónio, Águas Públicas do Alentejo – Participação Montagens Eletromecânicas

A Águas Públicas do Alentejo (AgdA) procedeu à construção de uma nova Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) e sistema elevatório de São Teotónio, no concelho de Odemira, que já se encontra em funcionamento. A obra foi cofinanciada em 85% por fundos comunitários através do POSEUR.

A nova ETAR permite tratar as águas residuais provenientes de toda a população de São Teotónio, composta por cerca de 2.100 habitantes, dispondo de um sistema de receção e pré-tratamento de lamas provenientes de fossas e outras ETAR da região. A H2TEC- Soluções Ambientais, S.A. foi parte integrante da obra em questão, no que diz respeito às montagens eletromecânicas.

Esta obra ocorreu no sentido de complementar uma anteriormente realizada, que permitiu desativar duas fossas sépticas e construir um sistema intercetor para encaminhar todos os esgotos para a ETAR.
A AgdA é a entidade responsável pela exploração e gestão do Sistema Público de Parceria Integrado de Águas do Alentejo, que abrange 21 municípios pertencentes ao Baixo Alentejo, Alentejo Central e Alentejo Litoral.

Tratamento de águas residuais com ozono e catalisadores presentes em rochas vulcânicas

Tratamento de águas residuais com ozono e catalisadores presentes em rochas vulcânicas

A Associação Internacional do Ozono distinguiu um estudo relativo a diversas soluções de tratamento de águas residuais inovadoras. O estudo foca-se em soluções para tratamento de águas residuais com contaminantes emergentes, nomeadamente, fármacos, produtos de higiene pessoal, pesticidas, entre outros.

Neste estudo é testado o uso do ozono e da biofiltração enquanto métodos de tratamento. Assim sendo, no que diz respeito ao primeiro, é utilizado ozono fotocatalítico, isto é, ozono associado a um catalisador e luz. Um dos catalisadores utilizados são as rochas vulcânicas provenientes do Açores, que apresentam propriedades que potenciam as reações químicas entre o ozono e os contaminantes. Os tratamentos que utilizam exclusivamente ozono apresentam resultados eficazes, contudo o preço deste gás é bastante elevado. Neste sentido, ao utilizar catalisadores que potenciam as reações, a quantidade de ozono necessária para degradar os contaminantes é menor, o que torna o processo menos dispendioso. A presença dos catalisadores, juntamente com o ozono, permite obter resultados mais eficazes e economicamente mais viáveis.

O estudo decorre no Departamento de Engenharia Química da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC).